Minhas escolhas...

segunda-feira, maio 30, 2016 7 Comentários

Quando os seus dias são completos e você sente que não falta nada, você respira fundo e apenas agradece!

Quando seus dias parecem ter trilhas sonoras que não acabam nunca, você percebe que está sentada vendo os carros passarem, apenas observa as rápidas luzes e na sua cabeça aquela música nunca acaba, como se o seu mundo fosse um clipe musical!

Quando você abraça alguém e não quer soltar mais, e você percebe que todo mundo reparou o que está acontecendo entre vocês, mas não faz questão nenhuma de soltar.
Às vezes você se distrai como se ninguém pudesse perceber o que você está sentindo!
Outras vezes você percebe que os olhares se cruzaram e tem a sensação de que alguém mais percebeu e logo começa a ficar com as bochechas coradas.



Coisas antigas, vontades antigas, não faço isso, não faço aquilo, não gosto disso, parecem perder a importância na sua lista de prioridades da vida e de repente você se pega fazendo ou dizendo algo que você jamais pensou que faria!
Algumas coisas novas começam a ter uma importância diferente, alguns significados mudam!
E você já não se importa mais com o que as outras pessoas vão pensar de você. 
Acredito que isso chama-se: “Essa é a minha vida e não importa o que eu faço, as consequências são minhas. ”

Eu apenas sinto que devo lhe desejar:  “Parabéns”, pois há pessoas que passam a vida vivendo papeis inventados por eles que agradem a sociedade e as pessoa que estão em volta de seu mundo. 

Eu mesma já inventei uma eu. Sim, uma eu que seria legal, que agradaria a todos. Mas eu não conseguia me agradar em nada. Chega um momento da nossa vida que: ou agradamos o mundo, ou agradamos a nós mesmos. E eu te digo, não há nada melhor que agradar a nós mesmos. Não há nada melhor que dizer o que queremos dizer e não o que a pessoa quer ouvir de nós. Não há nada melhor que olhar no espelho e se aceitar. Se ver como você realmente é – sim, até com os defeitos!

Não há nada mais gratificante que começar a realizar seus próprios sonhos.
Não permita que ninguém diga se está certo ou errado o modo como você escolheu viver.
 
Carpe Diem!!


Se você gostou do texto deixe seu comentário e curta a Página no Face.




Insight

quarta-feira, maio 11, 2016 2 Comentários



Está anoitecendo e os carros não param de passar. A música alta no fone faz com que tudo pareça bem mais bonito do que realmente é!

Os carros passam rápido, mas as buzinas são abafadas pela voz da Adele, que toca Hello no repete e volume máximo!

E se alguém tivesse me perguntado como seria meu dia hoje, jamais eu saberia dizer como acabaria! Há tempos não tenho planos de como serão meus passos! Há tempos não tenho planos que exijo realizar!

Talvez eu tenha me cansado das frustrações que tive nos últimos anos, e agora é janeiro outra vez, tempo de renovar a esperança, agora é tudo novo de novo!

Posso desejar ser algo, viver alguma coisa, mas decidi não querer mais! Decidi sorrir com as simples coisas que nos surpreendem ao longo do dia. Decidi me surpreender quando alguém me abraça ou quando demonstra carinho. Decidi tantas coisas, como não pensar ou lembrar de você. Mas parece que algo me persegue.

Estou sentada vendo o mundo girar a minha volta, estou sentada e sei que a lua cheia que eu vejo hoje é a mesma que ilumina onde quer que você esteja.

Ás vezes queria te ligar, ouvir sua voz. Talvez eu até dissesse alguma coisa! Mas eu sei que amanhã quando eu acordasse seria tudo igual de novo, seria vazio, seria frio, seria sem você. 


E aí eu te ligaria para sempre?

Porque é apenas isso que você pode me dar!

Você é inacessível e é isso o que me faz querer ir atrás de você todas as vezes que me sinto mal, ou que me sinto só, ou as vezes em que tomo algumas doses extras de whisky. Se você atendesse eu não falaria nada, essa é a verdade, eu desligaria!

Eu perderia seu número só para encontrar novamente. Eu perguntaria de você por aí! Isso me faz te querer ainda hoje, saber que nunca estaremos juntos!

Hoje você tornou-se tudo o que eu não preciso mais para viver!

Mas nas minhas lembranças você era a pessoa perfeita! Era tudo aquilo que eu queria! Como pôde mudar tanto assim?? Como você foi da pessoa que eu mais queria ter nos meus dias, para o fantasma que assombra meus sonhos?


Apenas gostaria que existisse uma maneira de você libertar minha alma!








Se você gostou do texto me conta aí nos comentários e não esqueça de  curtir a página no Facebook.



 
Desenvolvido por Michelly Melo.