Ele e Ela. Ela e Ele. - Parte Um

terça-feira, fevereiro 28, 2017


Quando eles se conheceram eles tinham dezessete anos, estavam no último ano do colégio. Ela gostava das aulas de português e ele amava a educação física. Ela tinha vários amigos e ele o novato da escola. Eles quase não se viam, mas quando se esbarravam nos corredores, os olhares sempre se cruzavam.
Pouco tempo passou, e eles começaram um romance, aquele tipo de romance que quando olhamos de longe sentimos vontade de viver a mesma história. Eles eram felizes juntos, sempre sorrindo, sempre de mãos dadas, aquele tipo de casal que todos querem ser amigos, apesar disso, parecia que os dois nunca viviam no mesmo instante. Ele ganhou uma bolsa de estudos em uma faculdade particular e ela passou no vestibular de uma cidade bem longe, mas que para ela era tudo.
Eles se amavam, estavam apaixonados, mas cada um tinha um sonho e cada sonho estava prestes a se realizar. 
A primeira decisão deles foi continuar o namoro mesmo que á distância. Eles trocavam mensagens, conversas no WhatsApp, FaceTime, e no início, trocaram até alguns meses de cartas, daquelas escrita a mão. Mas alguns dias, que nenhum dos dois conseguia palavras para dizer alguma coisa ao telefone. Tinham dias que parecia ser um alívio quando o outro tinha aula até mais tarde e avisava que não poderia fazer as ligações que costumavam todas as noites. 
Ela, um pouco mais racional com os sentimentos, pouco mais centrada nas decisões, foi a primeira a sugerir um fim. Ele, sempre tão apaixonado, sempre querendo agradar ela, sempre sendo carinhoso, respirou fundo e disse que se aquela fosse escolha dela ele aceitaria mas não deixaria de amá-la e de tentar fazer dar certo. Por um bom tempo ele ainda mandava mensagens e fazia algumas ligações, ela a cada ligação e a cada mensagem recebida, desabava sozinha em seu quarto, lágrimas caiam! Algumas vezes ela pensou em parar de atender, mas aquilo lhe fazia bem! A voz dele fazia ela sorrir mesmo que fosse em meio à lágrimas! 

Com o tempo ele foi parando de ligar e mandar mensagens! Ela sentia falta todos os dias, mas ela sabia que não conseguiria manter um relacionamento a distância. Eles estavam vivendo cada um seu sonho, coisas que eles planejavam antes mesmo de se conhecerem. Ela queria que ele realizasse todos os seus sonhos e que o relacionamento a distância não o prendesse e que não o afastasse dos amigos. Como eles moravam longe os amigos eram importantes.

No dia do seu aniversário de dezenove anos, ela recebeu uma carta e um buquê de flores, suas flores preferidas. E no final da carta, aquelas três palavras que seu coração imaginou nunca mais sentir, eu te amo.

Ela sentiu aquele mesmo frio na barriga de quando o via chegar em frente à sua casa, ou quando ele chegava sem avisar e ela sentia seu perfume! Como ela o amava, era apenas nisso que ela pensava.

Ainda faltava pouco mais de dois anos para que cada um terminasse o seu curso e eles quase nunca se falavam, mas quando saíam com os amigos, e acabavam bebendo um pouco demais da conta, um ligava para o outro, mandavam mensagem, áudio no WhatsApp, e essas coisas que todos fazemos pelo menos uma vez na vida. 

Mais um ano se passou e dessa vez chegou o dia do aniversário dele, e ela pensou em fazer uma surpresa! Pegou primeiro avião, comprou um presente no aeroporto, colocou o melhor sorriso no rosto, sem medo, sem desespero e foi para a festa de aniversário dele! 
Mas sabe quando queremos fazer uma surpresa e somos nós que acabamos surpreendidos?? 
Então... 
Ela chegou na festa bem na hora dos parabéns!! E viu ele brindando com uma amiga e a beijando!! Ela já tinha visto ela nas fotos de festinha, com amigos da faculdade, em curtidas no facebook. Mas nunca, nunca lhe passou pela cabeça que eles estariam juntos, afinal ele amava ela.

Mesmo antes de entrar na festa ela acabou indo embora, e não falou com ele sobre isso.

E mais um ano se passou. Eles terminaram seus cursos na faculdade, ele a convidou para sua formatura e pediu que ela o acompanhasse e que pudesse ser seu par na valsa! 
Ela aceitou e também convidou ele para sua formatura e sua dança, afinal não haveria ninguém melhor para ser seu par! 
A formatura dela foi primeiro! Ele foi, estava lindo, com o perfume preferido dela! Sua gravata combinava com o vestido dela e seu sorriso fazia ela sorrir de volta! 

Ele perguntou porque ela tinha desaparecido dele e porque ela não respondia mais as mensagens, e porque não foi nós dois últimos aniversários dele! 
Ela virou o rosto porque seus olhos se encheram de lágrimas e respondeu apenas que nesse último aniversário não foi porque não sabia se a namorada dele iria se chatear! 
Ele riu! Perguntou se ela estava doida, que ele não tinha nenhuma namorada e que ela sabia muito bem disso. 
Ela chateada com a conversa apenas disse que ele não pareceu não ter uma namorada na festa de aniversário de vinte anos! 
Ele achou estranho ela falar sobre uma festa de aniversário de dois anos atrás e uma festa que pelo que ele se lembre ela não estava! 
Foi aí que ela contou que foi fazer uma surpresa! 
Ele não sabia por onde começar a se explicar, então ela, com todo encanto que tem, apenas pediu que ele lhe abraçasse até a música acabar, sem dizer nada! 
Eles se beijaram, quase três anos depois do fim daquele relacionamento a distancia, eles se beijaram novamente! E parecia que eles nunca tinham deixado de se ver, de se amar! 

Pela manhã ele a acordou com um belo café na cama e um pedaço de papel escrito a mão: "Me desculpe".
Ela o olhou, o abraçou e parecia que não havia mais ninguém no mundo, só os dois! 

Ela o convidou para almoçar, disse que precisavam conversar. Almoçaram e a hora que ele mais temia chegou! Ela começou dando parabéns a ele pelo término da faculdade, eles combinaram como seria a formatura dele e por fim ela disse que ia fazer uma pós graduação, que tinha ganhado uma bolsa de estudos numa excelente Instituição.
Ele achou excelente, deu os parabéns! E aí parece que tudo mudou... ela disse que a bolsa era em Londres e que passaria no minimo dois anos por lá! Que a viagem era logo pela manhã depois da formatura dele, em menos de uma semana ela partiria.
Ele sentiu seu coração acelerar e ao mesmo tempo paralisar! Depois desse final de semana e com o final da faculdade deles dois ele achou que tudo voltaria a ser como antes! Achou que ela voltaria para a cidade deles e que eles teriam a chance de recomeçar onde pararam!



Parte Um -  termina aqui! Em breve você saberá o final dessa história!

E ai, alguma dica para nome dos personagens?







9 Comentários

  1. Nossa, eu digitei um monte de coisa e deu big na tela e meu comentário não foi... afff
    Bem, primeiro, cadê o resto da história, porque eu preciso saber como esses dois vão resolver a vida. O amor sobreviveu aos anos de faculdade, mas o relacionamento deles não resistiu.
    E, é bem como a vida segue, nem sempre é possível fazer tudo ao mesmo tempo, perseguir tudo ao mesmo tempo!!! Às vezes é preciso abrir mão de um sonho, de um amor, pra se correr atrás de outra coisa. É focar em um sonho e colocar o outro em stand by...
    Quero ver se o amor vai sobreviver a 2 anos em Londres, porque, convenhamos, é bem diferente estudarem em cidades distantes por anos e ir para fora do país!! ehehe
    xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina eu estava ansiosa escrevendo como se eu também quisesse saber o que ia acontecer com eles!!! Mas estou terminando e logo logo posto aqui!!!

      Obrigada pelas palavras!!! Seus contos são um arraso!!!

      Excluir
  2. Que história bonita e real!
    Os encontros e desencontros das vidas, dos sentimentos, das prioridades. Me identifico com várias passagens e quero saber logo como continua!

    Parabéns pelo texto! Beijos*

    ResponderExcluir
  3. Oi Bárbara! Para mim, o mais triste não é relacionamento terminar com briga, falta de interesse ou o que quer que seja, mas sim, terminar por causa da vida mesmo, de cada um ter diferentes planos. Vamos ver o que vai acontecer com esse casal, às vezes o amor vai além do tempo!

    Beijos, Vickawaii
    http://finding-neverland.zip.net

    ResponderExcluir
  4. Puxa, muito legal o texto. Fiquei triste por eles, mas curiosa e esperançosa com esse reencontro. Aguardo a parte 2 :) Abraço :)

    Red Behavior

    ResponderExcluir
  5. Oi Bárbara!
    A vida é mesmo um festival de reviravoltas! Interessante termos jovens que foram atrás dos seus sonhos apesar do relacionamento. Eu gosto de ver histórias em que mesmo após o término do relacionamento os personagens continuem se respeitando e o respeito e amor não deixam de existir, porque é como eu gostaria que as coisas fossem... Tão triste quando um relacionamento chega ao fim e as pessoas começam a se agredir ou agir como se não se conhecessem.

    Vou ler já a segunda parte!
    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Lendo seu texto me veio várias história a mente e imaginei como tocava Eduardo e Mônica de fundo. Acho que seu texto tem algo que faz a gente se identificar com a história pelo fato de mostrar os altos e baixos que a vida apresenta.

    Blog Profano Feminino

    ResponderExcluir
  7. É surpreendente um amor ter durado tanto tempo... Mas quero entender quem era aquela moça e como ele se explicou! Não sei se estou torcendo para eles ficarem juntos...
    Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir

 
Desenvolvido por Michelly Melo.